Goldman suspende processo de licitação da Linha 5 do Metrô de SP

Governador pediu investigação sobre denúncia de que empresas vencedoras já eram conhecidas

Gabriel Pinheiro, estadão.com.br

26 de outubro de 2010 | 15h02

SÃO PAULO - O governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB), suspendeu nesta terça-feira, 26, o processamento da licitação dos lotes de 3 a 8 da Linha 5-Lilás do Metrô. Goldman disse que solicitou uma investigação ao Ministério Público Estadual sobre a denúncia publicada na edição de hoje do jornal Folha de S. Paulo de que as empresas vencedoras nas obras de extensão da linha já eram conhecidas há seis meses.

 

"Assinamos os contratos na semana passada, mas as empresas ainda não receberam ordem de serviço. Paralisamos o andamento de qualquer obra. Nenhuma havia sido iniciada, nenhum tostão foi gasto", afirmou o governador.

 

O anúncio das empreiteiras que assumiriam as obras foi feito na última quinta-feira. De acordo com Goldman, a Corregedoria do Estado também vai "fazer seu trabalho junto aos agentes públicos."

 

Pela manhã, o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, defendeu a suspensão dos contratos. "Já não há mais licitação porque o contrato foi assinado semana passada, mas (o processo) teria que ser suspenso. Tem algo rolando e acho que o governo estadual deveria promover uma investigação suspendendo o andamento", afirmou após se reunir com deputados da bancada do PV da Assembleia Legislativa de São Paulo que declararam apoio à sua candidatura.

 

Serra sugeriu que pode ter havido "entendimento" entre as construtoras que venceram a licitação. Ele lembrou que o Metrô suspendeu o processo em abril deste ano e mandou as empresas concorrentes refazerem os preços. "Do ponto de vista dos custos, o Metrô atuou impecavelmente. Se houve ou não entendimento entre os construtores é uma questão que, a meu ver, tem que ser investigada", concluiu.

 

(COM ANNE WARTH, DA AGÊNCIA ESTADO)

Tudo o que sabemos sobre:
MetrôJosé SerraAlberto Goldman

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.