Globo assina renovação de contrato com TV de ACM

Os boatos de que a TV Bahia, de Salvador, de propriedade de familiares do ex-senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), perderia a programação da Rede Globo de Televisão, por não ter feito a cobertura de manifestações contra o ex-parlamentar, foram dissipados nesta quinta-feira.O diretor-presidente da Rede Globo de Televisão, João Roberto Marinho, e o diretor de Afiliadas da empresa de comunicação carioca, Francisco Góes, foram a Salvador para assinar a renovação, por mais seis anos, do contrato de parceria. Com isso, os direitos de transmissão da programação da Rede Globo pela TV Bahia estão assegurados por um bom tempo para a decepção dos oposicionistas de ACM, que torciam pela briga entre os dois grupos. Eles queriam que a TV Aratu, de propriedade do deputado federal Nilo Coelho (PSDB-BA), desafeto de Magalhães, passasse a veicular a programação da Globo, pois se queixam da falta de democracia existente na TV Bahia."Somos parceiros da TV Bahia, e esse casamento é difícil de ser desfeito", declarou Góes, acrescentando que o contrato com a emissora de familiares de ACM prevê uma parceria também na internet, por meio do portal Globo.com. Quando a suposta quebra de contrato passou a ser discutida, logo depois de ACM ter renunciado, o ex-senador disse que "passaria na cara" dos "boateiros", a renovação com a Globo.Para comemorar, a TV Bahia dedicou grande parte do noticiário local desta quinta à noite, o BATV, ao assunto.Além de cobrir a assinatura do contrato, o jornal televisivo procurou mostrar que participa, constantemente, dos programas nacionais da Globo, com reportagens locais.A emissora baiana também informou que investiu, recentemente, R$ 6 milhões na compra e modernização de equipamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.