Gleisi e Richa iniciam campanha no Paraná

Reunidos em dois eventos seguidos no sábado (1º), em Quarto Centenário (Região Central) e em Umuarama (Região Noroeste), o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB) e a ministra-chefe da Casa Civil, senadora Gleisi Hoffmann (PT), mostraram que a campanha eleitoral no estado será acirrada e ela teve início durante as solenidades, que contaram com deputados estaduais, federais e o prefeito de Umuarama, Moacir Silva (PDT), que apoia a ministra.

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

01 de fevereiro de 2014 | 19h57

Richa, que tenta a reeleição, encerrou o evento com agricultores em Quarto Centenário com críticas ao governo federal pela falta de investimentos e também cobrou as liberações de empréstimos que estão sob a análise da Secretaria Nacional do Tesouro. O governo paranaense deve aproximadamente R$ 1 bilhão para fornecedores.

As críticas, porém, não foram assimiladas pela ministra, que em Umuarama, durante a entrega de 603 casas do Programa Minha Casa, Minha Vida, encerrou seu discurso dizendo ao governador que o estado "não estava com as contas em ordem" e os recursos, que totalizam R$ 817 milhões, não seriam liberados enquanto o governo não ajustasse suas contas.

Tudo o que sabemos sobre:
campanhaGleisi HoffmannBeto Richa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.