Gilmar pede vista e julgamento de recurso de Washington Reis é suspenso

Peemedebista é acusado de causar danos ambientais enquanto deputado estadual e prefeito de Duque de Caxias

Amanda Pupo e Rafael Moraes Moura, O Estado de S. Paulo

18 de dezembro de 2017 | 18h59

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, (STF) pediu, nesta segunda-feira (18), vista em julgamento do recurso do deputado Washington Reis (PMDB-RJ), condenado por crime ambiental em 2016 - ele fez obra em área de preservação. O caso havia sido pautado para a última terça-feira (12), mas adiado por indicação do ministro relator, Dias Toffoli. Na sessão desta segunda, Toffoli rejeitou os embargos, mas Gilmar pediu vista e o ministro Fachin resolveu esperar a devolução para declarar seu voto.

Estavam ausentes na sessão os ministros Celso de Mello e Ricardo Lewandowski.

Washington, de acordo com os fatos da denúncia, quando era deputado estadual no Rio de Janeiro e depois prefeito de Duque de Caxias, teria, juntamente com outros acusados, causado danos ambientais a uma área na qual determinou a execução de um loteamento denominado Vila Verde. A área em questão estaria na zona circundante da Reserva Biológica do Tinguá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.