Gilberto Gil participará do show de 1º de Maio da CUT

A CUT realiza no Dia do Trabalho (1º de maio) um show na avenida Paulista que terá como destaque o cantor, compositor e ministro da Cultura, Gilberto Gil. Nos quatro domingos deste mês, a CUT promove ainda atividades em defesa da cidadania, oferecendo aos trabalhadores serviços como cortes de cabelo, exames médicos e emissão de primeira via de documentos. Para realizar as atividades, a central estima um gasto de R$ 3,6 milhões.O presidente nacional da CUT, Luiz Marinho, afirmou que o 1º de Maio que a central está organizando este ano tem o propósito de levar cultura, lazer e reflexão ao trabalhador. Questionado se as comemorações da CUT estavam ficando muito semelhantes às da Força Sindical, por causa dos shows, Marinho retrucou: "É diferente, não faremos um bingão (sorteios) no dia 1º de Maio, pois isso é um mecanismo de apelação." Em relação à programação dos domingos deste mês (dia 4, na Praça Campo de Bagatelle; dia 11, em Itaquera; dia 18, na Capela do Socorro; e dia 25, em Diadema), a previsão é de que cerca de 1 milhão de trabalhadores prestigiem os eventos. Entre os shows já confirmados para esses dias, estão os dos grupos Sampa Crew e Karametade e do cantor Felipe Dion. Para o 1.º de Maio, além de Gilberto Gil, foram convidados Djavan, Ivete Sangalo, Sandy e Júnior, Leonardo e Jorge Aragão, entre outros. A previsão de público para este dia é de 500 mil pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.