Gil é citado como possível vice em chapa de Marina

Uma informação de bastidores que circula pelo Ministério da Cultura (MinC) colocou a área artística em polvorosa no final de semana. O ex-ministro Gilberto Gil poderá ser candidato a vice-presidente da República na chapa de Marina Silva pelo PV, numa eventual candidatura da ex-ministra do Meio Ambiente - Marina teria de sair do PT e se filiar ao PV para poder disputar. No mundo político, isso já é dado como certo.Perguntado sobre a possibilidade de candidatar-se, Gil, também filiado ao PV, teria dito a interlocutores do MinC que "a alternância política é sempre saudável", mas não declarou intenção explícita de concorrer. Se Gil concordar em entrar na disputa, o MinC vai enfrentar uma situação complicada. O atual ministro, Juca Ferreira, também é filiado ao PV, e é considerado leal a Gil. Era secretário-executivo do ministério quando Gil saiu, e assumiu para dar continuidade ao trabalho.Último reduto dos verdes no governo Lula, o Ministério da Cultura ficaria dividido justamente no momento em que se prepara para duas grandes disputas na área legislativa: pela aprovação do Vale Cultura e da nova Lei Rouanet. Muitos dos secretários de primeiro e segundo escalão foram escolhidos por Gilberto Gil, o que poderia levar a uma divisão na pasta.

Jotabê Medeiros, O Estadao de S.Paulo

10 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.