Gil chega ao Planalto para discutir com Lula sua saída da Cultura

Mais cedo, presidente havia confirmado saída do ministro da pasta; Gil quer voltar a se dedicar à sua carreira

da Redação

30 Julho 2008 | 17h14

O ministro da Cultura, Gilberto Gil, chegou nesta quarta-feira, 30, ao Planalto para discutir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sua saída do ministério, segundo a GloboNews. "Vou ter uma reunião com o presidente para definir a minha saída. A notícia vai ser notícia quando for notícia", disse Gil a jornalistas, em tom de despdida, após participar de evento sobre direitos autorais no Rio de Janeiro. No entanto, mais uma vez, não quis precisar uma data para sua saída.   Gil reassumiu o ministério nesta quarta-feira, depois de encerrar férias de um mês, quando realizou uma série de apresentações, a maioria na Europa.   Veja também:  Gilberto Gil confirma saída do Ministério da Cultura  Gil não pode ser só da política, diz Lula ao confirmar saída     "Foram quatro ou cinco anos importantíssimos para o MinC, por acaso com o ministro Gil à frente", analisou, citando avanços na área de direito autoral, museus e patrimônio. Lembrou que, quando assumiu o cargo, em 2003, no início do governo Lula, "um colega chegou a dizer que era um escárnio ter um ministro da Cultura" como ele no Brasil. "Não é assim, não foi assim, não tem sido assim. Espero que tenha sido muito importante para o Brasil que um artista tenha se desempenhado com relativa facilidade na instituição cultural brasileira."   (Com Reuters e Roberta Pennafort, de O Estado de S.Paulo)

Mais conteúdo sobre:
Gilberto Gil Lula

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.