Gerson Camata sugere Simon como sucessor de Renan

O senador Gerson Camata (PMDB-ES) defendeu hoje o nome do senador Pedro Simon (PMDB-RS) para sucessor de Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado. Do grupo do PMDB independente, Simon é apontado como o candidato ideal, capaz de levantar a credibilidade da Casa, abalada com o período de crise provocado pelas denúncias contra Renan Calheiros. "Simon é também o nome certo para o governo, pois não haverá negociatas com o Planalto", disse Camata. Embora considere o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) um nome respeitável, o peemedebista avalia que Simon tem mais vivência e experiência na Casa. Jarbas está cumprindo seu primeiro mandato e Simon está no Senado há anos. Em relação ao senador José Sarney (PMDB-AP), Camata afirmou que um ponto desfavorável vem da oposição, especialmente o PSDB, que já explicitou suas restrições. "Sarney só aceita o cargo se for unanimidade e a oposição já está criando obstáculos", observou, ressaltando que o momento exige a eleição de um nome de consenso para que o Senado retome a normalidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.