Gerdau nega ter recebido convite para assumir ministério

Empresário, que se reuniu com a presidente eleita no CCBB, disse que é preciso criar 'mecanismos de aprimoramento da gestão pública' no mesmo modelo do PAC

Andrea Jubé Vianna e Rafael Moraes Moura, de O Estado de S.Paulo,

02 Dezembro 2010 | 12h25

BRASÍLIA - O empresário Jorge Gerdau se reuniu nesta quinta-feira, 2, com a presidente eleita, Dilma Rousseff, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, a fim de discutir instrumentos para aperfeiçoar a gestão pública. Ele negou ter recebido convite para assumir algum ministério.

Gerdau apresentou a Dilma propostas do Movimento Brasil Competitivo (MBC), entidade que ele representa. "O tipo de mecanismo que existe hoje no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) tem de ser estendido a toda uma estrutura de governo. No fundo, é preciso criar mecanismos de aprimoramento da gestão pública", defendeu.

O empresário declarou aos jornalistas que não foi convidado para nenhum ministério, no entanto, silenciou quando perguntado se tinha interesse em assumir alguma pasta. Ele afirmou que considera Dilma uma gestora "sólida e firme" e espera que ela seja capaz de aumentar a qualidade do serviço público para outras áreas, como educação e saúde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.