Gerdau defende investimento privado em rodovias

O presidente do Conselho de Administração do Grupo Gerdau, Jorge Gerdau Johannpeter, defendeu nesta quinta-feira a participação da iniciativa privada nos investimentos nas rodovias do País. "Eu diria que, de forma global, o País está com escassez de recursos. É preciso que (o governo) use o potencial do mercado para fazer parcerias", disse. Gerdau ressaltou que as estradas que estão hoje sem pedágio estão causando muitos acidentes. "Por isso eu diria que o tema tem de ser bem debatido", disse Gerdau, após participar de reunião da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace) com o ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau.Sobre sua possível participação no segundo mandato do governo Lula, Gerdau voltou a negar qualquer convite para integrar o ministério do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Vou continuar trabalhando por fora", afirmou ao ser questionado se passaria a participar da definição das políticas públicas "de dentro" do governo.O empresário evitou antecipar impressões sobre as medidas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que estão sendo elaboradas pelo governo e que poderão ser anunciadas pelo presidente no próximo dia 22. "Temos que ver o que virá por aí, mas a discussão geral sobre redução de impostos sobre (bens) imobilizados (fábricas e equipamentos, por exemplo) é muito importante porque o Brasil precisa se ajustar à realidade mundial onde a maior parte dos tributos recai sobre consumo", afirmou o executivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.