Genro: Lula não decidiu sobre investigação de advogados

O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse hoje no Rio de Janeiro que o governo ainda não tomou uma decisão em relação ao projeto de lei que trata escritórios de advocacia como espaços invioláveis em investigações criminais. O projeto, aprovado no Senado, aguarda sanção na mesa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde o início da semana. Genro disse que avalia a questão e que, se o presidente não decidir pelo veto da medida, "será porque o governo entendeu que não haverá prejuízo para investigações".O ministro esteve hoje no Rio para participar de um ato público na seção fluminense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) contra a impunidade e a corrupção. O presidente do órgão estadual, Wadih Damous, defendeu a lei que protege advogados argumentando que ela só teria efeito sobre o exercício da profissão em relação aos clientes e não em relação a investigações que envolvem o próprio advogado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.