Genoino teve pressão alta e estado é estável, diz boletim médico

Exames descartam enfarte e deputado continuará internado em hospital no Distrito Federal

Lilian Venturini - O Estado de S. Paulo

22 de novembro de 2013 | 14h35

O deputado federal licenciado José Genoino teve pressão alta, de acordo com boletim médico divulgado no início da tarde desta sexta-feira, 22. O ex-presidente do PT, preso desde a semana passada por envolvimento no mensalão, foi internado Instituto de Cardiologia do Distrito Federal depois de passar mal, na tarde dessa quinta, 21.

Após a realização de exames, foi descartada a ocorrência de enfarte, como chegou a ser aventada pelo advogado de Genoino. O boletim afirma, porém, que os níveis elevados de pressão arterial podem comprometer o resultado da cirurgia a que o deputado foi submetido em julho.

Segundo a equipe médica, o estado de saúde de Genoino é estável e ele continuará internado até "o controle adequado da pressão arterial e dos parâmetros da coagulação".

Ainda na quinta-feira, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, liberou o deputado para tratamento fora da prisão. Barbosa também determinou a realização de perícia médica para avaliar o pedido da defesa de transferir Genoino, condenado a 6 anos e 11 meses, para prisão em regime domiciliar.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalaojosé genoino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.