Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Genoino recebe alta de hospital no DF

Petista apresentou melhora, segundo boletim médico, e foi para a casa da filha em Brasília

Atualizado às 21h11, Ricardo Della Coletta - O Estado de S. Paulo

24 de novembro de 2013 | 08h21

BRASÍLIA - O ex-presidente do PT, deputado licenciado José Genoino, recebeu alta neste domingo, 24, do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal e se dirigiu para a casa da filha, em Brasília. O petista, que estava internado há três dias por ter passado mal na penitenciária da Papuda, aguarda decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre se vai poder ou não cumprir sua pena em regime domiciliar.

Genoino foi condenado pelo Supremo a seis anos e 11 meses de prisão em regime semiaberto. Ele está preso em Brasília, em regime fechado, junto com o ex-ministro José Dirceu e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. O petista está proibido de falar com a imprensa.

O ex-presidente do PT deixou o hospital por volta das 6h30 de ontem, acompanhado por sua esposa, Rioco. Ele deu entrada no hospital na quinta-feira passada com suspeitas de ter sofrido um princípio de infarto na cadeia. Em julho, Genoino passou por uma cirurgia cardíaca.

Segundo os médicos, o petista não teve um infarto, mas a oscilação de pressão tinha potencial para comprometer a cirurgia cardíaca feita no petista no meio do ano.

O boletim divulgado neste domingo pelo hospital informava que o deputado "apresentou melhora nos níveis de pressão arterial."

O petista permanecerá em prisão domiciliar até que saiam as conclusões da junta médica que o examinou no sábado, a pedido do presidente do STF.

Tudo o que sabemos sobre:
MensalãoJosé Genoinohospital

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.