Genoino publica vídeo de agradecimento por mensagens de apoio

Condenado a 6 anos e 11 meses no julgamento do mensalão, deputado federal (PT-SP) publicou vídeo nessa quarta-feira, 11

Isadora Peron, O Estado de S. Paulo

12 de setembro de 2013 | 21h41

Em vídeo divulgado na internet nessa quarta-feira, 11, o ex-presidente do PT e deputado José Genoino (SP), condenado a 6 anos e 11 meses no julgamento do mensalão, fez um agradecimento pelas manifestações de apoio que recebeu após passar por uma cirurgia cardíaca emergencial, no dia 24 de julho.

"Eu quero, de coração, agradecer aos que organizaram e aos que assinaram, mais de 4 mil assinaturas, um manifesto afirmando a confiança na minha história, nos meus propósitos e objetivos", disse no vídeo.

Genoino se referia a uma carta intitulada "Nós estamos aqui", que foi assinada por políticos, artistas e intelectuais. Entre os nomes estão o escritor Fernando Morais, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, e o ator José de Abreu.

A defesa do deputado juntou o manifesto ao processo e apresentou o documento ao Supremo Tribunal Federal na terça-feira, 10, antes da decisão da corte sobre a análise dos embargos infringentes, cabíveis a ele e mais 11 condenados no processo do mensalão, incluindo o ex-ministro José Dirceu.

Nesta quinta-feira, 12, o julgamento sobre os recursos terminou empatado em 5 votos a 5. Votaram a favor dos embargos infringentes os ministros Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. Foram contra Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Recaiu sobre Celso de Mello a responsabilidade de dar o voto de Minerva.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Mensalão

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.