Genoino poupa Marta e culpa o PT pela derrota em SP

O presidente do PT, José Genoino, admitiu hoje que o partido não foi eficiente na tentativa de neutralizar a estratégia do PSDB em São Paulo, de "estigmatizar" o PT durante a campanha para a prefeitura de São Paulo. Segundo ele, a estratégia do "adversário" foi fazer uma campanha anti-PT, sem apresentar um plano concreto de obras e ações. "Não tivemos eficiência para derrotar esse antipetismo, esse sentimento difuso", afirmou.Para Genoino, a responsabilidade pela derrota não é da prefeita Marta Suplicy, mas do próprio partido. Para o presidente, Marta sai fortalecida das eleições, com 45% dos votos, para continuar a ser uma liderança petista. Para o partido, segundo ele, a prefeita foi vítima de preconceito porque a política no Brasil tem um traço machista e, ao tentar se impor, elevou o preconceito. "O adversário explorou esses aspectos e fez um debate voltado para estilo e aparência, não para projetos e resultados", disse. O mapa do resultado das eleições na capital paulista mostra, segundo Genoino, que a gestão Marta consolidou uma base popular social diferente do que o partido tinha até então, formada apenas por sindicatos. "O PT nunca havia tido antes uma votação tão alta nas regiões em que Marta ganhou", disse. Segundo ele, o PT ainda não fez o balanço dos gastos de campanha. Mas, assim que fizer, a prestação de contas será publicada, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.