Genoino diz que PT aprendeu com urnas

O presidente do PT, José Genoino, disse que o partido deverá fazer um grande debate para tirar lições das últimas eleições. "O partido tem que ter humildade para examinar todas as lições", afirmou Genoino em entrevista ao programa Canal Livre Especial, da Rede Bandeirantes. Ao analisar as derrotas sofridas, particularmente em São Paulo, o presidente do PT admitiu que o partido adversário (PSDB) foi mais eficiente, "por ter tido a experiência de governar o País durante oito anos", justificou. "Nós enfrentamos um candidato aqui em São Paulo que disputou a eleição presidencial e perdeu por um ou dois por cento na capital."Genoino citou a saúde como exemplo de área em que o partido precisa apresentar mais resultados. "O tema da saúde incomodou o PT em muitos lugares", ponderou o líder petista. Ele disse que essa atuação faz parte do aprendizado do partido, que mais que dobrou o número de prefeituras no País. "O PT avançou muito no tema da educação, transporte, transferência de renda, programa de inclusão digital", enumerou ele. "Isto mostra que as nossas prefeituras têm de avançar mais e mais na renovação e na inovação do tema da saúde pública."Saldo positivoApesar de alguns percalços, Genoino fez um balanço positivo da participação do partido na última eleição. "O PT cresceu politicamente, a sua força nacional se expandiu e ele cresceu em número de cidades", frisou. José Genoino também falou sobre a política de alianças com os partidos aliados. Ao mesmo tempo em que defendeu o apoio da cúpula do partido ao candidato do PC do B em Fortaleza, o presidente do partido admitiu que o PT deu pouco espaço aos aliados em outras cidades: "Eu acho até que o PT teve candidato próprio demais, deveria ter de menos. Nós temos de saber fazer alianças com os partidos aliados".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.