Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Genoino diz que filho de Brizola pediu cargos e não foi atendido

As denúncias apresentadas pelo ex-diretor-geral da Loteria do Estado do Rio Grande do Sul (Lotergs) José Vicente Brizola, à revista Veja, de que donos de bingos, videobingos, jogos de cartela e máquinas de videoloteria contribuíram para um suposto "caixa dois" da campanha eleitoral petista no Estado, na eleição de 2002, partem de "alguém ressentido". A argumentação é do presidente nacional do PT, José Genoino. "Ele (José Vicente) solicitou cargos no governo federal e não foi atendido", acusa o presidente da legenda, que acrescenta ainda que o ex-diretor da Lotergs enviou "vários e-mails ao PT fazendo ameaças por não ter sido aproveitado nos quadros do governo".Genoino lembra que, em decisão do diretório regional do Rio Grande do Sul, apoiada pelo diretório nacional, "ficou proibido a qualquer membro do partido manter contato com bicheiros no Estado". Ele assegura que não houve as tratativas denunciadas pela reportagem de Veja, de encontros entre empresários do jogo e Carlos Fernandes, filho da então candidata ao Senado pelo PT, Emília Fernandes, e Claudio Milan, caixa de campanha. "O PT se defenderá e topa acareação com o José Vicente. Não houve tratativa nenhuma", reiterou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.