Genoino acusa Arns de ter usado PT para se projetar

O deputado José Genoino (PT-SP) criticou o senador Flávio Arns (PT-PR) em reação às declarações do parlamentar, que anunciou que se desfiliará do PT porque o partido "jogou a ética no lixo" ao votar pela absolvição do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), no Conselho de Ética. "Ele saiu do PSDB, se elegeu senador por causa do PT e agora se promove atacando o partido. Ele aproveitou a onda Lula e usa o PT para se projetar", afirmou Genoino.

DENISE MADUEÑO, Agencia Estado

20 de agosto de 2009 | 18h51

Segundo o deputado, Arns ataca o PT porque sabe que tem remotas chances de ser eleito na disputa de 2010. "Querer ser protagonista de uma moral para culpar os outros não é o melhor caminho", disse Genoino. Na avaliação do deputado, ex-presidente do PT, no Senado se trava uma disputa política com a oposição. "A questão no Senado tem de ser resolvida por uma reforma administrativa, e não demonizando A ou B", afirmou.

Genoino lamentou a saída da senadora Marina Silva do PT: "Ela escolheu um caminho, escolheu outros aliados. Lamento, mas temos de respeitar", disse. Acrescentou que o PT sempre agiu corretamente com Marina Silva. Citou a eleição de 1998, quando o partido proibiu alianças nos Estados com o PSDB, mas abriu uma única exceção - no Acre -, para permitir as negociações políticas que beneficiariam Marina, Jorge Viana e Tião Viana.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoPTJosé GenoinoFlávio Arns

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.