General Félix e o diretor da Abin falam sobre Palocci no Congresso

O chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Armando Félix, e o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Márcio Paulo Buzanelli, estão neste momento reunidos com parlamentares que integram a Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência do Congresso.Ambos vieram prestar esclarecimentos sobre informação divulgada ontem pelo jornal O Estado de S. Paulo de que o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci teria pedido à Abin para espionar o caseiro Francenildo dos Santos Costa, para tentar desqualificá-lo. De acordo com a reportagem, Palocci teria ficado irritado porque o general Félix teria dito que a Abin não poderia atender o pedido. A reunião da Comissão se realiza na sala de sessões da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.