Geddel diz que governo é leniente com violência no campo

O primeiro-secretário da Câmara, deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), acusou o governo Lula de estar sendo "leniente com a escalada da violência" no campo. "Essa sensação de que tudo se pode nesse País é a chamada política da força, o País não pode viver com esse tipo de ameaça", afirmou Vieira Lima. Ele disse, em viagens pelo interior do Brasil, que tem sentido que os fazendeiros estão cada vez mais preocupados.O líder do PFL no Senado, José Agripino (RN), afirmou "está na hora de o presidente Lula dizer claramente o que espera do Brasil rural. "O tipo de desafio feito pelo líder nacional do MST, João Pedro Stédile, não cabe na democracia brasileira. Que democracia é essa que o Stédile pensa estar criando? Isso tudo é muito grave."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.