Garotinho volta da Europa atacando PT e Serra

O governador do Rio, Anthony Garotinho, candidato do PSB à Presidência da República, chegou hoje pela manhã da Europa, onde passou a última semana, fazendo críticas aos adversários políticos, especialmente o PT. O governador disse estar percebendo uma aproximação entre tucanos e petistas, para combater o crescimento da candidatura socialista e usou a expressão de um antigo aliado, hoje adversário, o presidente do PDT, Leonel Brizola: "Se fosse o Brizola, diria que o PT está costeando o alambrado." A mulher de Garotinho, Rosinha, possível candidata do PSB ao governo do Estado, reforçou as críticas: "Ver que o PT está debandando para a direita é uma decepção." Garotinho disse ter informações de que o PL e a Igreja Universal vão mesmo aliar-se ao petista Luiz Inácio Lula da Silva e disse que não fará mais esforços pela aliança do PSB com os liberais. O governador atacou também o candidato do PSDB, José Serra, ministro da Saúde, a quem culpou pela epidemia de dengue.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.