Garotinho vai questionar punição do PSB na Justiça

O secretário de Segurança do Rio, o ex-governador Anthony Garotinho, afirmou que vai questionar na Justiça a decisão da Executiva Nacional do PSB, que ontem resolveu afastá-lo por causa das críticas freqüentes que ele tem feito ao governo, contrariando a orientação da legenda. Ele disse também que vai ingressar com um recurso no Diretório Nacional, instância máxima da legenda, para que a decisão seja revista. O partido deu prazo até segunda-feira para o ex-governador apresentar sua defesa.Segundo Garotinho, a Executiva decidiu expulsá-lo sem ter feito qualquer votação. "Vou lutar para ficar no PSB e vou buscar os instrumentos legais e a coerência política do meu discurso para convencer os meus companheiros de que não estou contra o partido e nem contra o governo", disse o ex-governador, em entrevista há pouco no diretório nacional do PSB, no centro do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.