Garotinho tira licença para se dedicar à campanha

O secretário estadual de Segurança Pública,Anthony Garotinho, anunciou hoje que se licenciará do cargo a partir de segunda-feira.Presidente regional do PMDB, Garotinho quer se dedicar integralmente à política e deve retomar as funções na secretaria somente depoisdo segundo turno das eleições municipais, em 15 de novembro. Com o seu candidato na capital, Luiz Paulo Conde (PMDB), em terceiro lugar e enfrentando problemas na Baixada Fluminense, Garotinho engajou-se na campanha em Campos para tentar salvar o berço político. O motivo: o resultado negativo ameaçaria a almejada candidatura presidencial em 2006Ele afirmou que, após o primeiro turno, em 3 de outubro, pretendeparticipar da campanha em outros Estados.Garotinho disse que tem recebido pedidos de apoio no segundo turno por parte decandidatos peemedebistas. O sucesso do PMDB nas eleições municipais pode ser decisivo para a entrada de Garotinho na disputapresidencial de 2006. Em 2002, pelo PSB, ele teve 15 milhões de votos, ficando atrás apenas de Luiz Inácio Lula da Silva e de JoséSerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.