Garotinho se defende de acusações em Recife

O pré-candidato à Presidência da República pelo PMDB, Anthony Garotinho, recebeu hoje o título de Cidadão Pernambucano, na Assembléia Legislativa de Recife. "Só eu coloquei as contas públicas na internet em função da vontade de ver o País diferente do de hoje, mergulhado na mentira, corrupção e desigualdade", afirmou, durante seu discurso."Eu poderia fazer como Lula faz, dizer que não sabia. Só que eu sou homem, não sou covarde", disse ele, referindo-se às denúncias de irregularidade na arrecadação de dinheiro para sua pré-campanha à Presidência. Ele disse que, mesmo sabendo não haver irregularidades, decidiu devolver os R$ 650 mil por questão de ética e não por questão legal. E frisou que o filho de Lula não devolveu os R$ 10 milhões da Telemar e que José Dirceu não devolveu o dinheiro que teria sido usado "para comprar deputados".Numa referência ao presidente Lula, que nasceu em Pernambuco, ele disse que agora, "como filho adotivo, tem muito mais gratidão e compromisso". E garantiu que lutará por Pernambuco e pelo nordeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.