Garotinho reclama da mudança da data das prévias do PMDB

Embora a ala governista do PMDB não tenha conseguido adiar as prévias para junho, como gostaria, a simples remarcação da data das prévias para 14 dias depois do previsto gerou reclamações de Anthony Garotinho. Um dos correligionários do pré-candidato conta que Garotinho telefonou para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para se queixar da mudança da data e disse que se sentia traído. Em tese, a mudança da data favorece Rigotto que ganha mais 15 dias para trabalhar os votos das bases, já que Garotinho está em campanha há mais de três meses.Segundo um líder da ala governista, no entanto, o objetivo da adesão à candidatura própria não foi fortalecer Rigotto, mas sim ganhar tempo até que as regras da eleição sejam definidas. Ainda há dúvidas quando a aprovação da proposta de emenda constitucional que acaba com a verticalização (limite de alianças nos estados, que tem que seguir o modelo da coligação formada para eleger o presidente da República).Ainda que a Câmara aprove a PEC nesta quarta-feira há controvérsias jurídicas em torno da proposta, uma vez que a lei eleitoral determina que as regras do pleito sejam definidas pelo menos um ano antes da eleição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.