Garotinho quer porte de armas como crime inafiançável

O governador do RJ Anthony Garotinho (PSB)defendeu há pouco mudanças na legislação brasileira para que oporte ilegal de arma passe a ser considerado crime inafiançável."Considero um absurdo que um criminoso detido por porte ilegalpossa ser solto com uma fiança de R$ 50", afirmou. Ele fez asdeclarações no final da cerimônia de destruição de cerca de 100mil armas apreendidas pela polícia no Aterro do Flamengo. Osecretário de Segurança Pública, Josias Quintal, disse quedestruições, como a de hoje, serão feitas todos os anos. O comandante da Polícia Militar do Rio, coronel WiltonRibeiro, anunciou ainda que pretende fazer uma operação para queos quartéis possam receber as armas de quem queira desfazer-sedelas. "Os quartéis da PM do Rio ficarão abertos para receberarmamento de quem queira entregá-las", disse Ribeiro. Soldados do Exército recolhem as armas e as colocam nosseis caminhões usados no transporte. O trator apenas amassou asarmas. Garotinho informou que o material será derretido e usadona construção de um monumento em defesa da paz, no Aterro doFlamengo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.