Garotinho pedirá indenização pelo racionamento

O governo do Rio de Janeiro ingressará hoje no Supremo Tribunal Federal com ação pedindo indenização de R$ 250 milhões por causa da queda na arrecadação do ICMS provocada pelo plano de racionamento de energia no Estado. A informação foi confirmada pelo secretário de Energia, da Indústria Naval e do Petróleo do Rio de Janeiro, Wagner Granja Victer, ao chegar ao seminário Co-Geração & Geração Distribuída, promovido pelo Instituto Nacional de Eficiência Energética (INE). Segundo o secretário, a quantia foi calculada em função da queda de 20% no consumo de eletricidade, conforme prevê o plano de racionamento. "O governador Anthony Garotinho assinará hoje a ação às 14h e ingressaremos no STF ainda hoje", afirmou. Victer admitiu que a ação do governo estadual traz problemas políticos para o presidente Fernando Henrique Cardoso e para a implementação do racionamento, mas reiterou que o governo fluminense não poderá arcar sozinho com os prejuízos causados pela redução do consumo de energia e seus respectivos efeitos na produção industrial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.