Garotinho negará críticas ao STJ

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Paulo Costa Leite, receberá às 14 horas o governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho. No encontro, segundo a assessoria de imprensa do STJ, o governador vai reafirmar a conversa telefônica mantida do último sábado com Costa Leite, quando negou ter feito críticas à decisão do tribunal no caso que gerou o pedido de intervenção federal no Estado. ?Em nenhum momento afirmei, como divulgaram alguns órgãos de imprensa, que a decisão do STJ foi política porque sou candidato à presidência da República. As minhas declarações foram, na verdade, mal interpretadas?, relata a nota do STJ.O pedido de intervenção federal no Rio de Janeiro foi decidido pela Corte Especial do STJ no último dia 6, porque o Estado deve a Waldemar Cardoso de Sá um precatório de aproximadamente, R$ 1,1 milhão, desde maio de 1996. Waldemar ficou paraplégico após um tiroteio entre policiais e assaltantes que invadiram, em maio de 1977, a agência bancária em que trabalhava. Condenado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o governo do Estado não pagou a indenização e Waldemar recorreu ao STJ. Na última sexta-feira, o presidente do STJ encaminhou ofício ao presidente Fernando Henrique Cardoso requisitando a decretação da intervenção no Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.