Garotinho ironiza Malan e diz que é candidato à presidência

Na sua primeira reunião formal com o PSB, o governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PSB), manifestou-se disposto a concorrer às eleições presidenciais em 2002 e ironizou a possibilidade do ministro da Fazenda, Pedro Malan, entrar na disputa para o Palácio do Planalto. "Acho uma concorrência boa. Assim o ministro aprende a conhecer o povo melhor, além dos números; quem sabe cumprimentando as pessoas", afirmou.O governador também não poupou críticas ao presidente Fernando Henrique Cardoso. "Eu graças a Deus não li o que ele escreveu para não ter que esquecer depois", disse Garotinho, se referindo às declarações do presidente de que a esquerda não teria lido o que ele escreveu enquanto cientista político.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.