Garotinho estréia hoje programa na TV

O governador do Rio, Anthony Garotinho (PSB), estréia hoje seu primeiro programa na televisão, que será transmitido apenas para o Estado. O "Fala, Governador", que irá ao ar pela TV Record, das 11h30 às 12h15, mesclará jornalismo com entrevistas, fórmula já usada por Garotinho em seu programa na Rádio Tupi, aos sábados pela manhã. A estréia na televisão é o início do plano de mídia com que o governador pretende pavimentar a candidatura a presidente, em 2002.Atuando como âncora, Garotinho exibirá reportagens e fará entrevistas. A cada semana, dois repórteres farão matérias na rua, de acordo com o tema escolhido. No primeiro programa, o governador levará ao ar uma reportagem sobre o Conjunto Habitacional Nova Sepetiba, que vem sendo construído pelo governo do Estado.No segundo bloco, Garotinho entrevistará o cirurgião plástico Wagner de Moraes, pai da estudante Michele, de 22 anos, assassinada há dois anos, com um tiro no tórax, em Niterói, Grande Rio. O terceiro e último bloco, o governador destinará o tempo para responder cartas e e-mails dos telespectadores. Segundo a secretária-chefe de gabinete e coordenadora do programa de rádio e, agora, do de televisão, Ana Paula Costa, temas ligados à política nacional só aparecerão se introduzidos por telespectadores.Além de Ana Paula, participarão do programa quatro funcionários lotados no gabinete do governador: o locutor Luiz Felipe Melo e três assistentes de produção. Todos trabalham no rádio. Segundo Ana Paula, a TV Record, em troca da participação de Garotinho, venderá a publicidade nos intervalos do programa. Não haverá propaganda da administração do Estado, por recomendação da Secretaria do Gabinete Civil.Além da televisão e do programa na Tupi, retransmitido para 17 rádios do Estado, o governador participa de um programa diário de cinco minutos na Rádio Melodia, do também evangélico deputado Francisco Silva (PST). A ofensiva de mídia do governador também chegou à Internet, com o site www.2002garotinho.com.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.