Garotinho e Rosinha têm bens bloqueados

A Justiça decretou na sexta-feira o bloqueio dos bens dos ex-governadores Anthony Garotinho e sua mulher Rosinha, do ex-secretário estadual de Saúde Gilson Cantarino, além de outras 40 pessoas. A acusação é de envolvimento em esquema que teria desviado um total de R$ 23 milhões na área de saúde no Estado. O Ministério Público Estadual denunciou o grupo por improbidade administrativa.O suposto esquema teria desviado dinheiro do projeto Saúde em Movimento, Racionalização da Rede Estadual de Saúde, para contas particulares e uma conta do PMDB, partido do casal Garotinho, para financiar a campanha presidencial do ex-governador em 2006.REAÇÃOEm seu blog na internet, Garotinho afirma que a ação tem "motivação política". "Não resta a menor dúvida de que há uma tentativa de induzir a erro a juíza da 6ª Vara de Fazenda (Georgia Vasconcelos da Cruz)", que decretou o bloqueio dos bens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.