Garotinho é internado em hospital particular

O ex-governador do Rio Anthony Garotinho decidiu nesta quarta-feira aceitar o conselho de seu médico particular, Abdu Neme, para se internar em um hospital particular na zona norte do Rio. Garotinho no entanto disse que pretende continuar a greve de fome, que iniciou há dez dias, no hospital.A governadora Rosinha Matheus afirmou que a decisão de o ex-governador receber soro intra-venoso, o que cessaria os efeitos do jejum, ainda será decidida no hospital.Dia agitadoO ex-governador fluminense teve um dia agitado ao completar 10 dias de jejum. Recebeu, segundo líderes do PMDB, cerca de 5.000 militantes do partido, que, sem sucesso, tentaram convencê-lo a encerrar a greve de fome.Da sacada da sede do PMDB, no centro do Rio, o ex-governador discursou contra a imprensa e o governo de Lula. "Sei que fizeram uma campanha para impedir minha candidatura. Ele não nos vencerão", afirmou. Ele também reiterou sua intenção de comparecer, no próximo sábado, à convenção do partido, onde será escolhido o candidato do PMDB à Presidência da República.Esta matéria foi alterada às 18h15

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.