Garotinho diz que populista é o governo

Em ritmo de campanha à a presidência - com direito a grupo uniformizado, abraço de eleitores e banda de música com frases socialistas - o governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PSB), atacou, em Natal, o apelo do presidente Fernando Henrique Cardoso para a união com a oposição. "Fernando Henrique e seus ministros da área econômica foram irresponsáveis ao fazerem a paridade entre o dólar e o real, sabendo que não poderiam mantê-la", criticou. "Foi um populismo inconseqüente que só trouxe sofrimento para os brasileiros".Garotinho foi recepcionado pela prefeita de Natal, Vilma Faria, principal liderança do PSB no Estado. O governador fluminense chamou de "um absurdo", a decisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) pela constitucionalidade das medidas do governo federal em relação à crise energética e da sobretaxa. "O governo erra e o povo é quem paga", disse.O governador do PSB adiantou que ainda não conhece o pacote tributário anunciado hoje pelo Planalto.No final da tarde, ele viajou a Campina Grande, segunda cidade mais importante da Paraíba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.