Garotinho culpa Serra por dengue no Rio

O governador do Rio de Janeiro e pré-candidato à Presidência da República, Anthony Garotinho (PSB), criticou hoje o ministro da Saúde, José Serra (PSDB), também pré-candidato, pela epidemia de dengue no Estado. Segundo o governador, quando o ministro resolveu demitir os cerca de 6 mil mata-mosquitos que trabalhavam no Rio há cerca de um ano e meio, ele teria alertado ao ministro que isso poderia trazer o problema da dengue de volta para o Estado. "O ministro disse que não, e assumiu total responsabilidade pela demissão dos 6 mil mata-mosquitos", disse o governador.Para ele, agora é a hora do ministro assumir essa responsabilidade e trabalhar junto com a prefeitura do município do Rio, já que, na opinião do governador, esse assunto não é de responsabilidade do governo estadual. "Quem pariu o mosquito que cuide dele", afirmou Garotinho, ao deixar o Ministério da Fazenda, onde teve uma audiência com o ministro Pedro Malan para discutir a decisão judicial que garantiu ao Estado do Rio de Janeiro o pagamento de apenas 80% da parcela mensal da dívida renegociada com a União, em decorrência das perdas de arrecadação provocadas pelo racionamento de energia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.