Garotinho aceita data das prévias, diz assessoria

A assessoria do pré-candidato do PMDB à Presidência da República, Anthony Garotinho, esclareceu que o ex-governador fluminense não faz objeção à realização em 19 de março das eleições prévias que escolherão o candidato do partido. Os assessores de Garotinho admitem que, inicialmente, a remarcação da data das prévias de 5 para 19 de março desagradou o ex-governador, mas afirmam que, antes da reunião de ontem da Executiva Nacional do PMDB, que remarcou as prévias, ele e seu adversário, o governador gaúcho Germano Rigotto, já haviam se entendido em torno desta questão.A assessoria também confirma que Garotinho e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), conversaram por telefone sobre o assunto na semana passada, mas esclarece que a iniciativa do telefonema foi de Renan, e não do candidato, que inicialmente nem queria falar com o senador. Confirma ainda que, nessa conversa, Garotinho teria reclamado do adiamento das prévias por 14 dias, avaliando, na ocasião, a nova data era uma "manobra contra a candidatura própria do partido".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.