Garis de Salvador também entram em greve

Os garis de Salvador realizaram uma assembléia no início desta manhã, em frente à sede da Vega, na Mata Escura, e decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. Eles querem a equivalência de salários com os funcionários da Limpurb, da Prefeitura, que recebem R$ 280 e também decidiram parar por falta de reajuste há cinco anos. Segundo o diretor executivo do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza do Estado da Bahia (Sindlimp), que representa os cerca de 5 mil garis da cidade, Edson Conceição de Araújo, as negociações, que começaram em maio, na data base da categoria, foram esgotadas.BancosAs agências bancárias de Salvador não funcionam hoje na capital da Bahia. A resolução do Banco Central, baixada desde sexta-feira, só será revogada com o fim da greve das polícias e também dos vigilantes. A resolução do BC, nº 002872 é válida para todo o Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.