Garibaldi vai ouvir Efraim sobre contratos

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), disse ontem que só decidirá sobre o futuro dos contratos com quatro empresas da Paraíba e com uma de Pernambuco para divulgação de notícias da Casa após conversar com o primeiro-secretário, Efraim Morais (DEM-PB). Garibaldi antecipou, entretanto, que, a princípio, acredita que o Senado só deveria pagar por divulgação de matérias institucionais, como editais e concorrência públicas.O senador paraibano autorizou os quatro contratos assinados pelo Senado para exibir propaganda da Casa na internet ou divulgar notícias sobre senadores na Paraíba. Cada um deles custa ao Senado R$ 4 mil por mês, e não R$ 48 mil, como informou Efraim anteontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.