Garibaldi vai ouvir Efraim sobre contratos

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), disse ontem que só decidirá sobre o futuro dos contratos com quatro empresas da Paraíba e com uma de Pernambuco para divulgação de notícias da Casa após conversar com o primeiro-secretário, Efraim Morais (DEM-PB). Garibaldi antecipou, entretanto, que, a princípio, acredita que o Senado só deveria pagar por divulgação de matérias institucionais, como editais e concorrência públicas. O senador paraibano autorizou os quatro contratos assinados pelo Senado para exibir propaganda da Casa na internet ou divulgar notícias sobre senadores na Paraíba. Cada um deles custa ao Senado R$ 4 mil por mês, e não R$ 48 mil, como informou Efraim anteontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.