Garibaldi diz que nova CPMF no Senado 'é outra coisa'

Presidente do Senado diz acreditar na aprovação da CSS na Câmara mas não sabe se matéria passará na Casa

Agência Senado

04 de junho de 2008 | 18h17

Informado da ocorrência de divergências a respeito da aprovação da Contribuição Social para a Saúde  (CSS), prestes a ser votada na Câmara dos Deputados, o presidente do Senado, Garibaldi Alves, afirmou nesta quarta-feira, 4,  que, naquela Casa, a matéria pode até passar. Isso, no entanto, não é garantido quando o assunto chegar à deliberação dos senadores.   Veja Também: FÓRUM: Dê sua opinião sobre a CSS  Mesmo com maioria, base vê placar apertado para nova CPMF  Entenda o que é a CSS Entenda a Emenda 29  Entenda a cobrança da CPMF      Garibaldi foi indagado quando chegava ao Senado, em Brasília, se não acredita que o apelo de um ano eleitoral pode convencer os parlamentares a não aprovarem esse novo imposto. "Olha, eu acredito que isso poderá ser votado na Câmara. Eu soube nesta terça-feira que tinham surgido divergências na própria Câmara. Porém, continuo acreditando que lá seja votado. No entanto, no Senado, é outra história".   O presidente do Senado foi cercado na entrada de seu gabinete por vereadores favoráveis e contrários à votação da proposta de emenda à Constituição que amplia o número de representantes das câmaras municipais. Ele disse que os próprios vereadores estão divididos quanto à eficácia dessa proposta. Segundo Garibaldi Alves, caberá aos líderes, com quem se reunirá logo mais, às 14h30, decidir quando essa matéria será votada.

Tudo o que sabemos sobre:
CMPFnova CSSGaribaldi Alves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.