Garibaldi diz que gostaria de voltar ao Senado

O ministro da Previdência, Garibaldi Alves (PMDB-RN), afirmou que deseja em 2015 retornar ao Senado Federal, onde tem mandato até as eleições de 2018. "Só sou titular do meu cargo no Senado. Pela minha vontade, volto para o Senado, a não ser que eu seja conduzido pelo partido para outra missão", disse, ao chegar à reunião do conselho político do PMDB que discute a posição da legenda sobre a reforma política.

RICARDO DELLA COLETTA, Estadão Conteúdo

05 de novembro de 2014 | 13h43

Garibaldi ponderou, no entanto, que "examinaria" pedidos do PMDB ou da presidente Dilma Rousseff para ocupar outro posto. Questionado sobre uma eventual nomeação de seu primo, o presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para a Esplanada dos Ministérios, Garibaldi respondeu: "Acho que ele teria prioridade com relação a mim, na minha visão. Mas ele andou declarando que não aceitaria".

Tudo o que sabemos sobre:
Garibaldi AlvesSenadoPrevidêndiaPMDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.