Garibaldi ameaça dificultar tramitação de MP das filantrópicas

Ele defende que se retire da proposta anistia pelo governo entidades filantrópicas que estão sob investigação

Agência Brasil

17 de novembro de 2008 | 18h41

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), ameaçou nesta segunda-feira, 17,  dificultar a tramitação da Medida Provisória 446 - que modifica as regras para concessão de certificados de filantropia e renova automaticamente as licenças pendentes no Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) -, quando ela chegar ao Senado, caso o texto não seja modificado na Câmara dos Deputados. Garibaldi defende que se retire da proposta anistia pelo governo entidades filantrópicas que estão sob investigação.  "Caso isso não ocorra vamos procurar fazer com que essa medida provisória não tramite tão facilmente como vêm tramitando as medidas provisórias até agora", avisou o presidente do Senado. Ele disse que não é justo que filantrópicas suspeitas de envolvimento em corrupção tenham os mesmos benefícios de outras que estão em condições legais de funcionamento. O senador não quis adiantar os mecanismos que utilizará para dificultar a tramitação da matéria no Senado caso as negociações com o governo não avancem. "Não tem a famosa história de uma pedra no caminho? Eu quero colocar uma pedrinha no caminho dessa medida provisória, mas não vou, por hora, revelar a vocês", afirmou ao ser perguntado sobre a questão. O senador negou que a ameaça de dificultar a aprovação da MP seja qualquer "intriga" contra o Palácio do Planalto. Acrescentou que enquanto os deputados não tomam uma decisão sobre a matéria, ele tem que fazer com que seu discurso "tenha algo de prático".  "Os senadores ficam dizendo que eu só faço discurso, que não acontece nada. Se eu pudesse já teria feito o que é necessário fazer, mas eu não posso fazer sozinho. Eu estou procurando fazer alguma coisa, estou procurando o caminho do entendimento e se esse entendimento falhar aí vou apelar para essa nova estratégia", disse o presidente do Senado.

Tudo o que sabemos sobre:
FilantrópicasGaribaldi Alves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.