Gandra: Rolim criou modelo de marketing

O ex-ministro da Aeronáutica, Mauro Gandra, afirmou há pouco que o comandante Rolim Amaro imprimiu um modelo de marketing vitorioso não só no segmento de aviação, mas inovador para a economia brasileira. "Ele deixa uma das histórias de administração mais bem-sucedidas do país", disse Gandra, em entrevista à Agência Estado. Ele lembrou que era comum encontrar Rolim em Congonhas, no primeiro vôo da TAM da Ponte Aérea, esperando os passageiros e ainda atento às queixas de clientes, através do programa "Fale com o presidente". O ex-ministro se recorda que o fundador da TAM conseguiu alavancar a empresa principalmente nos últimos dez anos, impulsionando a empresa para a segunda colocação no mercado de aviação comercial brasileiro. "A TAM é hoje a companhia que tem a frota mais moderna do País", ressaltou Gandra. Ele recordou que em 1992, quando comandava o Departamento de Aviação Civil, a TAM tinha dois aviões do tipo Fokker 100 e hoje são cerca de 50 aeronaves desse tipo. "Rolim sabia investir, pensando no mercado futuro e não naquele momento", frisou o ex-ministro que até o início deste ano também era presidente do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias. Os dois eram amigos há 20 anos. Gandra confia que a TAM não terá problema de sucessão e lembra que o comandante Rolim tinha uma equipe de escudeiros, como o engenheiro Falco, o ex-presidente da Varig, Rubel Thomas e seus filhos. "Rolim era uma personalidade forte para a TAM, mas a empresa vai continuar trilhando seu caminho, apesar da ausência dele", disse o ex-ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.