Gabrielli diz que passará mais tempo em Brasília

O presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli, disse ontem que dará mais expediente em Brasília para atender às demandas da CPI criada no Senado para investigar denúncias de irregularidades na empresa.Na conversa, Gabrielli disse estar tranquilo em relação à investigação. Afirmou que a principal preocupação é com a imagem da empresa. Ele avaliou que as comissões parlamentares de inquérito, por tradição, seguem o ciclo que leva em conta especialmente o noticiário dos grandes jornais. "Às vezes, o problema não está na CPI. Está na imprensa", disse. Gabrielli argumentou que é comum, nesses momentos de funcionamento de CPIs, a publicação de denúncias que depois não são confirmadas. "Vou tentar evitar o circo."Ontem, sindicalistas fizeram manifestação na frente do Congresso, em defesa da Petrobrás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.