Gabeira e Paes têm 43% no Rio

Segundo Ibope, candidato do PV oscilou 1 ponto para mais e peemedebista, 4, em relação à pesquisa anterior

Gabriel Manzano Filho, O Estadao de S.Paulo

23 de outubro de 2008 | 00h00

A quatro dias da votação decisiva de segundo turno, os candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro, Fernando Gabeira (PV) e Eduardo Paes (PMDB), estão empatados com 43% das intenções de voto cada um. Os números, revelados ontem à noite pela pesquisa Ibope contratada pelo Estado e pela TV Globo, apontam ainda um universo de 7% dos consultados que pretendem votar em branco ou anular o voto. Outros 6% disseram que não sabem e 1% não respondeu.Na comparação com a pesquisa anterior, de 16 de outubro, Gabeira oscilou 1 ponto para cima (tinha 42% das preferências) e Paes subiu 4 (tinha 39%).De hoje até sábado, os dois grupos batalharão por um total de 18% de eleitores que, na prática, poderão mudar o voto - a decisão foi apresentada como definitiva por 82%.A taxa de rejeição, que costuma ser decisiva na reta final, não ajuda a esclarecer o quadro. Somam 35% os que informaram que não votarão em Gabeira de forma nenhuma - ante 32% que rejeitam Eduardo Paes. No entanto, há um considerável universo de 34% de consultados que não rejeita ninguém. Ele é formado por 20% que "poderiam votar em qualquer um" e outros 10% que não sabem. Mais 4% não responderam a essa questão.Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos candidatos não são mencionados, o Ibope registrou também empate técnico, mas com números diferentes. Gabeira teve, nessa tabela, 42% das preferências, ante 40% de seu rival peemedebista.A divisão do eleitorado por segmentos repete os cenários de pesquisas anteriores: Gabeira tem forte apoio entre os eleitores mais jovens, os mais escolarizados e os de maior renda familiar - e Paes é preferido entre as mulheres, os de menor escolaridade e os de menor renda. Em números: Gabeira ganha de 57% a 36% entre eleitores de 16 a 24 anos. Repete o feito por 45% a 40% na faixa dos 25 anos até os 29, por 47% a 40% entre 30 e 39 anos e por 44% a 39% entre 40 e 49 anos. Mas a última faixa, de 50 anos e mais, que é proporcionalmente mais numerosa que as outras, dá uma larga vitória de 51% a 34% para Eduardo Paes.Na escolaridade, o peemedebista vence fácil (57% a 29%) entre votantes que só têm ensino básico, continua vencendo (50% a 34%) nos níveis de ensino fundamental (até oitava série), empata no ensino médio (44% a 42%) e perde de longe para o candidato do PV entre eleitores com ensino superior (57% a 32%).A divisão entre ricos e pobres, já detectada antes, permanece. Paes tem maioria folgada, de 54% a 32%, entre eleitores que recebem de dois salários mínimos para baixo. Entre 2 e 5 mínimos, Gabeira tem 45% e Paes, 41%. Acima disso, 57% do eleitorado dão preferência a Gabeira, ante 34% que ficam com o rival.O Ibope ainda perguntou aos eleitores, independentemente de sua escolha, qual dos dois candidatos eles acreditam que será o prefeito do Rio. Os que acham Gabeira favorito somaram 47%, contra 42% que apostam na vitória de Paes.A pesquisa pediu ainda uma avaliação das gestões do prefeito César Maia (DEM)e do governador Sérgio Cabral (PMDB). Maia recebeu 27% de ótimo e bom e 35% de péssimo e ruim. Para Cabral, os números foram 34% de ótimo e bom e 21% de ótimo e ruim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.