Gabeira acusa presidente do Senado de comandar ´quadrilha´

Em um discurso contundente, o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) comemorou, em sessão na CPI dos Sanguessugas, a aprovação do relatório parcial da comissão na semana passada, apesar das resistências enfrentadas durante todo o trabalho. "A resistência principal nós quebramos. A do Renan e de seu grupo, a quem chamo de quadrilha", afirmou Gabeira, referindo-se ao presidente do Senado, Renan Calheiros e a parte do PMDB. Momentos depois, quando caminhava até o gabinete de Renan para participar da entrega do relatório parcial da CPI, Gabeira explicou que a quadrilha do PMDB para ele era, além de Renan, o senador Wellington Salgado(MG) "e aquele fazendeiro, Romero Jucá entre outros". A CPI dos Sanguessugas não conseguiu realizar sessão administrativa nesta terça-feira por falta de quórum. Renan rebate O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), rebateu as críticas feitas pelo deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) de que ele teria tentado impedir o funcionamento da CPI dos Sanguessugas. "Demonstrei em todos os momentos total isenção e absoluto equilíbrio", afirmou Renan, que não quis responder às acusações de Gabeira de que ele (Renan) faria parte de uma quadrilha do PMDB. "Não dá para responder esse tipo de pergunta".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.