Fux condena Jefferson por corrupção passiva e lavagem

Ministro também condenou Emerson Palmieri e Romeu Queiroz, ligados ao PTB

Eduardo Bresciani, de O Estado de S. Paulo

27 de setembro de 2012 | 17h17

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux votou pela condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro do delator do esquema do mensalão, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, e mais dois réus ligados ao partido, o ex-secretário Emerson Palmieri e o ex-deputado Romeu Queiroz. Ele concluiu seu voto neste capítulo acompanhando integralmente o relator, ministro Joaquim Barbosa, condenando 12 réus.

Na sua argumentação, o ministro Fux afirmou que os recursos repassados ao PTB foram encaminhados numa fase "pós campanha" e serviram para conquistar o apoio político deste partido no Congresso.

O voto de Fux foi o quarto para condenar Jefferson por corrupção passiva. Em relação à lavagem de dinheiro, três ministros votaram pela condenação e um pela absolvição do presidente do PTB.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.