Furlan nega incompatibilidade com Gushiken

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, negou qualquer incompatibilidade entre as ações de sua pasta e as da Secretaria de Comunicação de Governo e Gestão Estratégica, incumbida de traçar o modelo estratégico de exportações para o País.Ontem, Furlan recebeu um telefonema do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Gushiken, explicando que o Ministério do Desenvolvimento se juntará à equipe e contribuirá com o plano.Furlan explicou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva incumbiu o vice-presidente José Alencar de elaborar um plano estratégico para as exportações, com objetivo de elevar as vendas de produtos de maior valor agregado. Alencar, exportador do setor têxtil, achou melhor delegar a execução ao ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Gushiken. Furlan disse não saber o motivo pelo qual Alencar escolheu a Secretaria e não o Ministério do Desenvolvimento para a tarefa. De qualquer formar, Furlan disse que seu Ministério cuida do estágio operacional das exportações, enquanto Gushiken elabora um modelo estratégico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.