Fundação Pró-Sangue precisa de doadores tipo "O"

A Fundação Pró-Sangue, o maior hemocentro da América Latina e responsável pelo abastecimento de 300 hospitais da região metropolitana de São Paulo, precisa de doações de sangue "O" positivo e, principalmente, de "O" negativo. O primeiro é o tipo de sangue mais usado no País e, com o tipo "A", representa apenas 8% da população. O "O" negativo pode ser transfundido em qualquer paciente. Informações sobre doações e sobre endereços dos postos no Disque Pró-Sangue (0800-55-0300), ou acessando www.prosangue.sp.gov.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.