Funcionários protestam em frente da Petrobras em SP

Cerca de 120 funcionários fazem um protesto esta manhã em frente à sede da Petrobras em São Paulo, na Bela Vista, bairro próximo à região central da capital paulista. Esta tarde, no Rio de Janeiro, dirigentes da empresa vão apresentar um balanço das investigações sobre o acidente com a plataforma-36, que resultou na morte de 11 pessoas. Os trabalhadores de São Paulo decidiram se antecipar e realizar essa manifestação, que já conta com várias faixas e cartazes protestando também contra a privatização da companhia.Devem comparecer ao local funcionários da empresa em todo o Estado. Os trabalhadores sairão em passeata do local com destino ao vão livre do MASP, na Avenida Paulista. Lá, os manifestantes vão exigir da Petrobras apuração rigorosa do caso, punição dos responsáveis, treinamento de pessoal para evitar novos acidentes e abertura de concurso público. A Petrobras possui hoje 34 mil funcionários e outros 100 mil empregados são terceirizados. Depois desse ato, os petroleiros vão participar de outro protesto que acontecerá acontecer na Avenida Paulista. A manifestação, patrocinada por ONGs, será contra a criação da Área de Livre Comércio das Américas (Alca).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.