Funcionários dos Correios entram em greve hoje em todo o país

Categoria reivindica cumprimento de termo de compromisso assinado em novembro de 2007 pelo governo

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 de julho de 2008 | 04h07

Os funcionários da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) vão entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira em todo o país. O diretor do sindicato que representa a categoria, Wagner Nascimento, afirma que são 108 mil trabalhadores no país, sendo 35 mil deles em somente em São Paulo. "Esperamos uma adesão de 70%, afirmou o sindicalista.   A categoria reivindica o cumprimento de um termo de compromisso assinado em novembro de 2007 pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, e pelo presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio. Os funcionários, que já paralisaram suas atividades no final do primeiro trimestre deste ano, querem um adicional de periculosidade equivalente a 30% do salário por mês, aumento no percentual da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), e a implementação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários. "Eles já descumpriram o acordo em março e novamente agora", acrescentou Nascimento.   A greve foi decidida em uma assembléia realizada na segunda-feira. Nesta terça, uma assembléia da categoria na Praça da Sé, no centro de São Paulo, vai decidir a adesão dos trabalhadores da capital paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
Correiosgreveparalisação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.