Funcionários do INSS param por atraso de pagamento

O ministro da Previdência Social, Amir Lando, disse que o governo não desistiu de pagar os dias parados aos funcionários do INSS durante a primeira paralisação da categoria. Mesmo assim, os servidores decidiram realizar nesta quinta-feira uma paralisação de 24 horas, voltando a prejudicar o atendimento e aumentando as filas nos postos. No início da manhã, a fila de aposentados e pensionistas nas imediações da agência de Santo Amaro, na zona Sul da capital paulista, a maior do Brasil, já dava a volta no quarteirão, com cerca de 400 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.